quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

NOME DE RUA: QUEM FOI "DR. JOAQUIM TRAMUJAS"?


Nasceu em Paranaguá, dia 19 de maio de 1.914. Filho de  José Tramujas  e de  A .  Martins Tramujas. Fez o Curso Complementar de 04 anos no Grupo Escolar “Faria Sobrinho”, e o  Curso  Preparatório de 02 anos com o Professor Eugênio Figueiredo. Foi também aluno da Escola Normal “Dr. Caetano Munhoz da Rocha” e, em 1.929 transferiu-se para Curitiba, onde fez, no  Liceu Rio Branco,  o Curso Ginasial. Ingressou na  Faculdade de Medicina na Universidade do Paraná, diplomando-se Médico em 14 de dezembro de 1.934. Lecionou desde  1.935, sendo Professor  de Ciências Físicas e Naturais, Física, Química, História Natural e Matemática  no Liceu Rio Branco, de Curitiba. Lecionou também no Instituto de Ciências e Letras de Curitiba. Depois de formado em Medicina, regressou a Paranaguá, e sem deixar o Magistério, iniciou a clínica.Foi Professor da Escola Técnica de Comércio, do Colégio Estadual “José Bonifácio”, e  da Escola Normal  “ Dr. Caetano Munhoz da Rocha”. Exerceu suas atividades profissionais como Médico da Santa Casa de Misericórdia de Paranaguá. Atendeu o Instituto de Aposentadoria e Pensões  dos Bancários, dos Empregados em Transportes e Cargas, da Confraria de São Vicente de Paula, do Instituto Brasileiro do Café e da Associação dos Funcionários Públicos do Estado. Colaborou intensamente em todas as atividades sociais e culturais, cívicas, esportivas e assistenciais da Cidade. Prestou serviços  ao Seleto Esporte Clube como Presidente da entidade. Também ao Clube Literário de Paranaguá, onde foi Orador, 1º Secretário e Vice-Presidente. 


No Centro Médico de Paranaguá, com outros colegas foi Fundador, e mais tarde ocupou a Presidência da Regional do Litoral. Foi  integrante da Diretoria da Sociedade “Amigos da Música”, e do Instituto Histórico e Geográfico, do qual foi Membro da Comissão Reorganizadora em 1.952,  e Presidente Perpétuo da Entidade. Em 1.963, inaugurou a sede própria do Instituto, após haver, como Prefeito Municipal, conseguido junto ao Governo do Estado, a doação do prédio onde hoje se encontram a entidade e o Museu  Histórico da Cidade. Foi ainda Fundador do Centro de Letras “ Leôncio Correia “, de Paranaguá. Não só  na profissão de Médico, no Magistério e nas atividades sociais e culturais de Paranaguá, Joaquim Tramujas se notabilizou  por sua inteligência, espírito de liderança,  e dedicação,  mas também na política, à qual dedicou grande parte da sua vida, em benefício da coletividade. Militou no Partido Social Democrático – P S D. Foi eleito Vereador em 1.947,  e em  1.950,  reeleito, foi Presidente da Câmara Municipal para os anos de  1.952  até 1.954. Em  1.959,  concorreu às eleições para a Prefeitura Municipal de Paranaguá, tendo sido eleito e empossado em 1.960 para o mandato de 04 anos. Joaquim Tramujas, pelo brilho da inteligência, pela cultura profunda e variada, pela elegância e facilidade  de expressão que a cátedra lhe facultou, foi um  notável orador, figurando na obra  “História do Clube Literário “  como um dos grandes oradores da sociedade. Lamentavelmente, tão grande cabedal de cultura, generosamente dispersas em magníficos improvisos que arrebataram seus contemporâneos  em magistrais discursos que marcaram os mais significativos eventos da Cidade, não foi reunido nem perpetuado em coletânea escrita, para apreciação póstera. Com a imprensa, colaborou  através  da palavra escrita e falada. Compartilhou do programa radiofônico “Coisas Nossas “,  na Z.Y.C.5, de Paranaguá, sobre assuntos sociais, referentes à cultura, à história, e ao folclore do litoral. E na imprensa escrita,  escreveu sobre literatura e história, para o “Diário do Comércio “, a revista  “Marinha”, para a revista “ O Itiberê “, para as  revistas do Instituto Histórico e Geográfico e,  a do  Centro de Letras de Paranaguá.
Publicou  “ Alberto Gomes Veiga “ e “Caminhos Percorridos “.


Fonte: Fundação de Cultura de Paranaguá - FUMCUL     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...